DESTAQUES

5 de abr de 2012

Roupa que muda de cor


Que tal usar uma roupa que muda de cor conforme a temperatura?
O termocromismo (mudança de cor com a temperatura) pode resultar em efeitos interessantes.
Para conseguir esse efeito é necessária uma combinação de duas cores: a cor do corante do tecido, que permanece constante e um corante termocrômico. Este corante é retido em microcápsulas com líquido de poucos micrometros de diâmetro (com cobertura transparente).
O líquido é composto de um corante leuco (no caso é a CVL), um ácido fraco (1,2,3-benzotriazol) e um sal (CH3(CH2)7CHCH(CH2)7COOH3N(CH2)13CH3), dissolvidos em dodecanol. O sal tende a dissociar em amina e ácido carboxílico em altas temperaturas.
Em baixas temperaturas a cor do tecido é uma combinação da cor das microcápsulas com a cor do corante do tecido, enquanto que em altas temperaturas as cápsulas tornam-se incolores e a cor do tecido prevalece.
Na década de 80, a grife Hypercolor começou a produzir uma coleção de roupas com esse tipo de corante. Só que a tecnologia não estava bem desenvolvida e o produto perdia as propriedades de mudança de cor se não fosse corretamente manuseado, como por exemplo, lavando em água muito quente.
Recentemente uma empresa lançou este tipo de tecido para confecção de roupas para bebês, disponíveis nas cores verde, azul e vermelho, ela ficam brancas quando a temperatura do bebê passa de 37ºC indicando que o bebê está com febre. Os macacões podem ser encontrados em loja de departamento infantil pelo preço S$ 33 cada.


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...