DESTAQUES

26 de mai de 2012

Feromônio - A química da sedução











Os Feromônios (ou Ferormônios, as duas formas estão corretas, segundo o dicionário Houaiss) são substâncias que funcionam como mensageiros entre seres da mesma espécie, desencadeando respostas fisiológicas e comportamentais previsíveis. Eles foram originariamente descritos em insetos, nos quais apresentam importância fundamental para a preservação da espécie.

Recentemente cientistas descobriram que os humanos também são influenciados de forma similar na presença de feromônios. Infelizmente, devido à evolução, nossos corpos e hábitos mudaram. A maioria de nós não produz naturalmente feromônios na quantidade suficiente para estimular a resposta do sexo feminino. A pequena quantidade de feromônios produzida por nosso corpo é sempre destruida por desodorantes, sabonetes e perfumes. Além disso hoje em dia nosso corpo durante a maior parte do tempo passa 80% coberto de roupa, o que impede ainda mais que o pouco feromônio produzido seja aproveitado.


Durante muitos anos os cientistas tentaram reproduzir em laboratórios os feromônios sexuais humanos. Recentemente eles tiveram sucesso na identificação, isolamento e recriação deste incrível e poderoso componente, e a partir daí a indústria de perfumes passou a criar novas fragrâncias especiais com ativadores de Feromônios descobertos pelos cientistas.

Estes perfumes com feromônio possuem uma característica que os difere de qualquer outro perfume: eles causam sentimentos de atração sexual e desejo no sexo oposto, ou seja, despertam a libido da mulher que estiver próxima a pessoa usando um perfume com ativador de feromônio. E como os feromônios são naturais do próprio corpo do ser humano, não é possível perceber que se está sob o efeito do hormônio, pois eles causam uma reação idêntica a que uma pessoa teria se estivesse numa situação cotidiana de sentir atração física por outra pessoa.

Origem do Nome

A palavra feromônio foi cunhada pelos cientistas Peter Karlson e Adolf Butenandt por volta de 1959 a partir do grego antigo féro "transportar" e órmon, particípio presente de órmao "excitar". Portanto, o termo já indica que se tratam de substâncias que provocam excitação ou estímulo.

Curiosidades

G1: Suor masculino funciona como um afrodisíaco

Feromônio encontrado no suor dos homens (androstadienone) aumenta níveis de hormônio em mulheres. É a primeira vez que o efeito é comprovado por cientistas.
Leia a notícia completa no site G1

Folha: Lésbica reage como homem a feromônios femininos

Lésbicas são mais versáteis que homossexuais masculinos quando se trata de reconhecer o cheiros de parceiros ...
Leia a notícia completa na Folha Online

WebMD: Feromônios - Participantes em sua vida sexual

74% das pessoas que testaram um feromônios comercial chamado de Athena, desenvolvido pelo Dr. Cutler, experimentaram um aumento de abraços, beijos e relações sexuais.
Leia a tradução na íntegra

CNN: Estudo comprova que os humanos também reagem aos feromônios

Mas agora, pesquisadores na Universidade de Chicago afirmam que eles têm a primeira prova de que os humanos produzem e reagem aos feromônios.
Leia a tradução na íntegra

Artigo: Feromônio no suor do homem influi na saúde feminina

Matéria muito interessante publicada na Folha de São Paulo em 1989 sobre o início dos estudos científicos que comprovaram a existência dos feromônios no ser humano.
Leia o artigo na íntegra

fonte: Feromônio
















LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...